O mundo está cada vez mais globalizado e, para que os países consigam atingir objetivos comuns juntos, é preciso que haja pessoas dispostas a negociar e defender seus interesses. Esse é o papel principal de um profissional formado em Relações Internacionais.

O motivo por trás da relação entre duas nações pode ser comercial, econômico e até mesmo político. Por meio dessas negociações podem surgir acordos bilaterais (entre dois países) ou multilaterais (quando envolvem mais de duas nações). Além disso, também existem oportunidades para atuar com Comércio Exterior.

O que você estuda no curso de Relações Internacionais?

O curso de Relações Internacionais está organizado em três áreas principais, sendo elas a Política, Economia e o Direito. Todas são analisadas em sala de aula, palestras e atividades complementares tanto do ponto de vista local quanto do internacional

Para que o profissional tenha uma formação completa e consiga atuar bem no mercado de trabalho é preciso ter uma boa base teórica. Justamente por isso o curso aborda matérias como as Ciências Sociais e Políticas, oferecendo embasamento para que ele analise contextos e tome decisões.

Em contrapartida, a prática também é bastante explorada ao longo do curso. Debates, simulações e palestras fazem parte do cotidiano dos alunos. Dessa maneira é possível obter experiência para que, uma vez atuando no mercado, seja possível gerar os melhores resultados possíveis.

Por que fazer Relações Internacionais?

O profissional de Relações Internacionais atua como um facilitador entre diferentes culturas, negociando interesses e encontrando pontos comuns entre governos e organizações. Se você tem vontade de viajar, conhecer o mundo e conciliar esse sonho com seu trabalho, essa pode ser uma excelente escolha!

Não perca mais tempo e faça agora sua inscrição!